Do folclore à militância: A canção latino-americana no século XX - Tânia da Costa Garcia

R$40,00

Título: Do folclore à militância: A canção latino-americana no século XX
Autora: Tânia da Costa Garcia
Ano: 2021
Preço: R$ 40,00
ISBN: 
978-65-86903-11-9
Formato 16x23 cm, 200 páginas

 

Sinopse _

Este livro apresenta uma análise comparativa inédita sobre a complexa relação entre música e cultura, política e sociedade, em três diferentes países da América Latina: Brasil, Chile e Argentina. O trabalho de pesquisa de quase uma década em arquivos de Santiago do Chile, Buenos Aires e São Paulo ampara a análise sofisticada da autora, que evidencia processos culturais e políticos muitas vezes semelhantes. A primeira parte da obra enfoca o lugar ocupado pelos estudos folclóricos, nos três países, mostrando como este movimento foi constituído e legitimado em cada um deles. A segunda parte enfatiza a complexa história de como o Movimento da Canção Militante na América Espanhola foi recebido, usado, transformado, executado e transmitido no Brasil, na segunda metade do século XX. O livro de Tânia da Costa Garcia inaugura, indubitavelmente, novos caminhos de pesquisa que estavam escondidos antes deste rico estudo comparativo.

 

Conteúdo _

Agradecimentos

Prefácio

Apresentação

Breves considerações sobre a música como objeto de investigação do historiador


PARTE 1 – DO FOLCLORE AOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA: A CANÇÃO POPULAR COMO SÍMBOLO DE NACIONALIDADE

1. Folclore, música folclórica e a constituição de uma identidade mestiça de nação

2. O cancioneiro folclórico chileno: Da Música Típica à Nova Canção

3. A folclorização do popular: Uma operação de resistência à mundialização da cultura no Brasil dos anos 1950

4. O gaucho, o folclore e a política de massas de Juan Domingo Perón

5. Um único cancioneiro para todos os argentinos

6. Nem campo, nem cidade: um entre-lugar imaginado para a canção folclórica argentina

7. Atahualpa Yupanqui: Uma nota dissonante no cancioneiro folclórico de Juan Domingo Perón


PARTE 2 – A CANÇÃO MILITANTE NA AMÉRICA LATINA

8. Arte e revolução: Um estudo comparativo entre o Manifesto do Centro Popular de Cultura e o Manifiesto del Nuevo Cancionero

9. Os sons e os sentidos da canção militante latino-americana no Brasil da ditadura (anos 1970): Dois estudos de caso
9.1. Tarancón: A invenção sonora de um Brasil latino-americano
9.2. Abílio Manoel e a ola latinoamericana no dial nacional

Considerações finais

Referências


Sobre a autora _

TÂNIA DA COSTA GARCIA é livre docente em História da América na Universidade Estadual Paulista (2015), com estágios de pós-doutorado no Department of Spanish, Portuguese e Latin American Studies at King´s College London (2014), na Universidade de São Paulo e no Instituto de Estudos Históricos Musicológicos da Pontifícia Universidad Católica de Chile (2007-2008). Possui doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (1995) e graduação em Historia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1989). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da América e do Brasil (estudos comparativos) , atuando principalmente nos seguintes temas: música popular, arte engajada, identidade nacional e meios de comunicação. É autora dos livros O it verde e amarelo de Carmen Miranda (2005), The Latin American Songbook in Twentieth Century (2019) e organizadora e autora de livros, capítulos de livros e artigos, publicados no Brasil e no exterior.

Compartilhar: